Segundo Deputado Auxílio de 600 reais só depende do povo, explica em sua live

 Segundo Deputado Auxílio de 600 reais só depende do povo, explica em sua live

Como podemos ver em várias lives realizadas pelo político falando sobre o assunto no Facebook, ele defende claramente que o Brasil teria total condições de manter o valor de 600 reais para o Auxílio Emergencial. E que a redução desse valor ou não depende exclusivamente do povo brasileiro, que deve se unir e usar a força da democracia para conseguir manter essa ajuda que tem colocado comida na mesa de tantas pessoas.

Em uma de suas lives Deputado André Janones diz que o presidente mencionou em uma resposta à uma mulher que ele estaria esperando a proposta do Deputado para que viabilizasse a forma de manter o Auxílio pelo valor de 600 reais até o fim do ano. Na live o Deputado diz que uma parte desse valor mais especificamente a metade o governo já tem de onde tirar.

Pois já está em votação que seja mantido até o fim do ano o Auxílio com o valor de 300 reais, a grande questão seria os outros 300 reais. O Deputado disse que segundo foi aprovado o congelamento nos salários dos servidores públicos essa semana, seria uma grande via para utilizar essa verba no Auxílio Emergencial.

Na sua live que está sendo transmitida no Facebook o Deputado afirma que se o Governo utilizar a verba dessa viabilização referente aos salários dos servidores públicos ele conseguiria manter o Auxílio até o fim do ano no valor de 600 reais. Na live o Deputado se prontificou a conversar com o Presidente de forma respeitosa a fim de chegarem à uma viabilização econômica válida e assim conseguir manter o Auxílio.

Não sabemos ao certo qual seria os planos do Governo para essa verba que será economizada pelo congelamento dos servidores públicos. Porém o que sabemos é que há maneiras viáveis para que seja mantido o valor de 600 reais portanto basta o povo lutar pelos seus direitos segundo o Deputado André Janones.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *