Ex-Policial é preso e acusado de ter relações sexuais com a própria filha, dos 10 aos 18 anos

 Ex-Policial é preso e acusado de ter relações sexuais com a própria filha, dos 10 aos 18 anos

Um ex-PM foi encarcerado na manhã desta terça-feira (1) setembro suspeito de estuprar a própria filha, ao longo 10 anos.

Hoje em dia, Rogério Fonseca de Oliva, de 56 anos, trabalhava como condutor de aplicativo. A polícia afirma que ele confessou o crime na delegacia e que similarmente filmava todas as relações sexuais com a criança.

Rogério foi detido por agentes da Delegacia de Jurujuba, na aposento no qual a mãe, em Itaguaí, Região Metropolitana. A interferência dele não foi localizada pelo RJ1. Uma epígrafe dita por ele que me marcou bastante foi que ele falou dessa forma:

Qualquer indivíduo que ficar próximo de você, irá ver e analisara analisara o estragos que eu deixei em você’. Dessa forma pega o seu corpo, mediante a isso, pegar é bem difícil, né”, desabafa a vítima.

Testemunhas similarmente confirmaram um ” comportamento tirânico ” do estirpe, de acordo com o artigo do delegado Gabriel Ferrando.

Mesmo confessando a existência dos fatos ele tenta, de pela certa forma, oferecer uma tese benevolente à sua interferência, justificando que os costumes foram praticados a iniciar pela pela pela certa idade, em apanhado, uma coisa de fato inimaginável “, afirma.

A vítima conta similarmente que a mãe não sabia dos crimes e ficou chocada em que momento ouviu o artigo da filha.

Rogério saiu de casa há quase 2 anos e vai comportar-se por crime de estupro de sensível. Ele poderá pegar mais de 15 anos de cadeia.

Rogerio me perseguia na rua e em diversos lugares, ele criava contas fakes nas redes sociais minhas, pra denegrir e anunciar mal de mim, ele se passava por mim nas conversas. 

Dessa forma, todo comportamento dele comigo, as pessoas percebiam que não era comum “, relata a vítima.

FONTE: G1

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *