Médico é afastado por abusar de pacientes

 Médico é afastado por abusar de pacientes

O Ministério público do Ceará, pediu à justiça que prendessem o médico ginecologista José Wilson, que era prefeito de Uruburetama e está sendo acusado de abusar às suas pacientes. Essas imagens foram divulgadas pelo Fantástico, da TV Globo.


O Ministério, por uma nota, falou que mesmo tirando o cargo de prefeito e também de médico, o acusado continuava sendo uma pessoa influente na cidade do ceará, que tem mais de 20 mil habitantes, o que significa que ele pode tentar coagir, ameaçar e praticar diversos outros atos tendentes a comprometer essa investigação.PUBLICIDADE

Na reportagem, foi mostrada que dezenas de mulheres já foram abusadas e também filmadas pelo próprio médico. A emissora, contou que uma mulher que foi vítima desse doutor pela primeira vez quando tinha 14 anos, relatou que ela precisou voltar no consultório porque ele era o único ginecologista que tinha na cidade.


Outra vítima conta que o doutor usava a boca para fazer os exames na parte dos seios, e falava para elas que era para verificar se estava tendo secreção nas mamas, sendo que a verdade é que ele estava se aproveitando.

As imagens ainda mostra que o doutor posicionava as pacientes de costas, para fazer os exames e ele dizia que isso tudo era procedimento médico. Nos vídeos que foram analisados, foi notado que o médico chamava suas vítimas de bebê.


As gravações mostram ainda que o prefeito colocava as vitimas de costas para realizar exames, alegando que “era o procedimento”. Em todos os vídeos, é possível perceber que o médico chamava suas pacientes de “bebê”.


O principal medo do órgão é que o médico pegue essa influência que tem e tenta interromper essa investigação.

O total das vítimas que esse doutor já fez é impossível dizer, ou se ele fazia isso com todas as pacientes que iam para
consulta.

Fonte: G1

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *