‘A cada dia que passa vai se apagando’ diz Silvio Santos que está perdendo a memória ao completar 89 anos

 ‘A cada dia que passa vai se apagando’ diz Silvio Santos que está perdendo a memória ao completar 89 anos

O apresentador Silvio Santos escreveu uma carta emocionante para o prefácio do livro Sonho Sequestrado, escrito por Marcondes Gadelha. No texto, datado de 31 de julho de 2020, e divulgado por seus familiares nesta semana, o dono do SBT revela que sua memória vai se apagando vagorosamente.

Aos quase 90 anos de idade, ele comentou sobre a falta de memória. “Como muito de meus órgãos, incluindo o óbvio, que não funciona há muito tempo, minha memória a cada dia que passa vai se apagando vagarosamente. Este seu livro me lembra de acontecimentos que eu já tinha esquecido e me deixa emocionado a cada página que leio”, detalhou.

O livro de Gadelha aborda a corrida de Silvio, com Gadelha como vice, às eleições presidenciais de 1989. Além disso, Silvio avalia que teria sido um bom presidente da República no ano em que o país elegeu Fernando Collor de Mello.

“Considero que estava qualificado para exercer a Presidência da República e tenho certeza de que a equipe que escolheria, no mínimo, melhoraria as condições das pessoas mais necessitadas neste país. (…) Os demais problemas do nosso país seriam enfrentados também pelo presidente Silvio Santos, mas preservada sempre a prioridade dada à habitação e à saúde”, disse.

O livro Sonho Sequestrado foi lançado este ano pela Editora Matrix, no qual aborda a candidatura relâmpago de Silvio em 1989 à Presidência da República, no qual foi impugnada pela Justiça Eleitoral.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *