Corpo de Homem morto covardemente no Carrefour, é velado em Porto Alegre

 Corpo de Homem morto covardemente no Carrefour, é velado em Porto Alegre

O corpo de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, espancado e morto em uma unidade do supermercado Carrefour, começou a ser velado na manhã deste sábado (21) no Cemitério São João, na desarranjo rumo de Porto Alegre. O enterro está marcado durante 11h30. Muito abalada, a bucho de João Alberto, Milena Borges Alves pediu justiça.

“Eu não tenho nada pra falar. Só quero justiça, quero e paguem”. João Alberto foi mirrado atribuir dois seguranças do supermercado na noite de quinta-feira (19). Segundo a polícia, a vítima teria feito um gesto a fim de uma funcionária do mercado, o quanto a fez trazer a segurança do local. Beto, da maneira que era conhecido, foi escoltado pelos dois homens ao estacionamento da unidade. De obrigação com a polícia, ele teria dado um soco em um dos seguranças, logo que começaram as agressões. A vítima foi agredida assentar vedação de 5 minutos pelos dois homens

. O Samu foi acionado, mas ele morreu no local. Os dois homens foram presos em claro e devem compensar por homicídio triplamente qualificado. Manifestos em presença ao supermercado Alvo de manifestantes na noite de sexta-feira (20), o Carrefour do passada D’Areia tem marcas de destruição horas após o contestação e terminou em confronto em companhia de a polícia.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *