Ana Maria Braga é duramente criticada após discurso: ‘a gente não precisa de um dia da consciência negra’

 Ana Maria Braga é duramente criticada após discurso: ‘a gente não precisa de um dia da consciência negra’

Nesta sexta-feira (20), é comemorado o Dia da Consciência Negra. Durante o programa “Mais Você”, transmitido pela emissora Globo, a apresentadora Ana Maria Braga, no encerramento, polemizou ao cometer uma contradição, se tornando alvo de diversas críticas nas redes sociais. A data em questão, que é utilizada com o intuito de realizar uma reflexão perante as condições históricas e atuais que as pessoas negras vivem em nossa sociedade, foi discursada por Ana como “consciência humana” e não consciência negra.

“A gente não precisa de um dia da consciência negra, branca, parda, amarela, albina. A gente precisa de 365 dias de consciência humana”, frisou a comunicadora durante a ocasião, atribuindo, ainda, a frase à Thiago Saraiva, autor que está presente em um site de citações na internet. Não parando por aí, Ana Maria Braga ainda fez questão de endossar a afirmação, frisando que assinava em baixo com todo seu coração o que havia dito.

O programa “Mais Você”, após o término da atração, possui o hábito de sempre publicar no Twitter as reflexões realizadas em cada programa. Entretanto, desta vez, nada foi publicado na rede social até o momento que esta publicação foi ao ar.

Muitas pessoas remeteram suas críticas fazendo menções ao assassinato de um homem negro no Carrefour, que ocorreu por seguranças durante esta quinta-feira (19), um dia antes da data oficial da consciência negra. A vítima foi João Alverto Silveira Freitas, de 40 anos de idade, homem que, infelizmente, foi espancado por dois seguranças até falecer. O crime, como era de se esperar, vem gerando uma grande repercussão na intern

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *