Homem que confessou ter matado idosa carbonizada é encontrado morto na prisão

 Homem que confessou ter matado idosa carbonizada é encontrado morto na prisão

Um crime que ocorreu nomeço da manhã desta última quarta-feira (18) na pequena cidade de Carazinho no interior do RS chocou a comunidade local, uma senhora de 83 anos identificada como sendo Nelcy Brizolla Machado foi encontrada carbonizada dentro de casa após os Bombeiros da cidade serem acionados para apagar o fogo que atingiu a sua casa.

No entanto o que ninguém esperava que o principal resposável pelo crime foi um jovem de 28 anos que a idosa ajudava desde que o rapaz era uma criança, moradores da região relataram que a idosa tratava o jovem como que a um filho.

No entanto o jovem foi acusado de roubar, matar e atear fogo na casa da idosa para despistar a polícia, o jovem é Marcelo Shalemberg de 28 anos, após ser procurado e preso ele confessou na Delegacia ter cometido o latrocínio.

Quando foi interrogado na tarde desta última quarta-feira, Marcelo confessou que foi até a casa da idosa pedir dinheiro para comprar drogas, mas a idosa se recusou e ele foi embora. No entanto ele voltou até a casa da idosa e arrombou a casa, na sequênci ele começou a asfixiar a idosa e quando ela desmaiou ele a amarrou e coloco-a em um sofá.

Marcelo Shalemberg havia sido reconhecido por câmeras de monitoramento antes de sua prisão, após confessar o crime ele foi encaminhado para a prisão de Carazinho. Mas no entanto ele foi morto por um outro preso entre a noite de quarta e a madrugada desta quinta-feira 19 de Novembro.

O prisioneiro que estava com Marcelo confessou o crime e disse ter agido em legitima defesa, mas no entanto a polícia vai investigar se o assassinato de Marcelo teria alguma relação com o crime de latrocínio que ele havia cometido horas antes.

VOCÊ PODE GOSTAR

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *